fbpx

Tendências: Inovação nos Supermercados para Aumentar o Ticket Médio

Faça seu Planejamento de Marketing com mais facilidade depois de ler este artigo.

Estratégias Para Vender Mais Que Você NÃO Deveria Ignorar.

Vamos te contar as principais estratégias que estão começando a apontar no mercado como soluções para aumentar o ticket médio dos supermercados. Aproveite as dicas para você colocar em prática no seu negócio ainda hoje!

Para conquistar mais clientes e vender mais aumentando o faturamento é interessante acompanhar as Tendências de Marketing. Confira!

1. BIG DATA

O Big Data, caracterizado pelo estudo, análise e uso de conjuntos de dados muito grandes e complexos, vem sendo mais necessária porque esse volume de informações vem crescendo muito.

São várias as fontes de geração e armazenamento de dados, desde o uso cada vez mais intenso do smartphone, os apps que são utilizados no dia a dia, as visitas que são feitas aos websites e até carros com tecnologias mais inovadoras.

Essas informações disponíveis sobre os utilizadores têm duplicado a cada ano que passa.

Por isso, nos próximos anos, será necessário ter alguém que consiga filtrar todos esses dados, identificando padrões e oportunidades de negócio em várias áreas do supermercado, transformando-os em insights para usar aumentando o ticket médio do cliente.

2. Chatbots

Novos recursos surgem frequentemente e os aplicativos de mensagem que devastaram o SMS são a próxima grande fronteira de comunicação graças aos bots e chatbots. Para muitas empresas, estes robôs estão incluídos nessa próxima inovação da interação entre as pessoas e fornecedores diversos.

Chatbots são, por conceito, programas de computador que respondem a mensagens de usuários, mas na prática, são robôs criados a partir de softwares de interação automatizados. Os mais avançados dispões de inteligência artificial e vão aprendendo com cada conversa para conseguir interagir de uma forma melhor nas conversas futuras.

Estamos no momento de entrar nessa nova era. Passamos a olhar a partir de agora para dois pontos: pessoas e tecnologia, um cria e outro executa. 

Os chatbots podem ser poderosas ferramentas para diversas funções específicas para aplicação nas empresas: Marketing e Vendas, Geração de Leads, Atendimento ao Cliente,  Agendamento e Reservas, Pesquisas, Qualificação de Bases de Dados e CRM, Ensino e Aprendizado.

3. Mundo Mobile

A atenção das pessoas está no digital. Especialmente no celular.

Uma tendência em constante e exponencial evolução é o tema Mobile, que mesmo deixando de ser novidade ultimamente, é usado por clientes que fazem todos tipos de pesquisas e tomam decisões de compra.

Diante disso, algumas mudanças foram feitas pela Google relacionadas ao novo modelo de indexação de websites – orientado para os celulares e tablets – que fazem com que a prioridade máxima das marcas seja um website responsivo, para não serem penalizadas pela Google em SERP.

O tempo que os usuários passam online é, na sua maioria, em celulares. Todos os seus canais estão devidamente otimizados para esta realidade?

Com isso, surgiram as Accelerated Mobile Pages (AMP) que já são um fator determinante da estratégia de marketing digital. O motor de pesquisa Google vai favorecer todas as marcas que tenham um website mobile rápido e que promovam uma excelente experiência de utilização. 

Só que muitas empresas ainda não se deram conta disso.

Ao realizar uma busca no Google usando o celular, as páginas com AMP configurado ficam marcadas com a sua sigla. Ao clicar em um resultado marcado como AMP, a versão simplificada da página é carregada quase instantaneamente.

Além disso, páginas muito lentas estão recebendo um alerta para esse problema, mostrando cada vez mais a importância de ter um site rápido .

4. Vídeo e Realidade Virtual

O vídeo é o formato de conteúdo mais claro para agradar um usuário que busca informação rápida e original. Mas as empresas que pretendem responder às necessidades dos clientes não podem mais fazer uso de um simples vídeo.

É necessário fazer uso de novas dinâmicas que possibilitam ao cliente experimentar a vivência que a empresa pretende vender, oferecendo resposta ao desejo cada vez maior de obter conteúdos autênticos, reais e sem filtros.

A realidade virtual nunca teve tanto destaque como na atualidade. Hoje você já pode assistir vídeos em realidade virtual diretamente no Youtube pelo seu smartphone.

A integração da Realidade Virtual e Realidade Aumentada nas estratégias das marcas está cada vez maior devido ao desejo das empresas de proporcionar ao consumidor uma experiência diferenciada e com acesso a conteúdos interativos.

Dica: Criar uma experiência virtual/realista de marketing são possibilidade de poderosos e suficientes para atrair a maioria de uma audiência. Por isso, aproveitar esse insight irá proporcionar ótimos resultados e fará com que a empresa acompanhe essa tendência que se tornará uma peça natural e fundamental nos próximos anos.

5. Experiência Personalizada

Através de softwares específicos, as empresas agora podem extrair grandes quantidades de informações sobre seus clientes. Com isso, as empresas serão capazes de lançar campanhas mais precisas e direcionadas com perfeição para conquistar o interesse de seus clientes.

Elas podem acompanhar a viagem dos consumidores através do processo de venda, o que eles estão comprando, onde estão acessando, o que eles pesquisam e o que pretendem comprar quando adicionam algum produto no carrinho e deixa pra comprar mais tarde.

Saber monitorar e administrar os likes, os comentários na fan-page, histórico de compras, carrinho de compras e outras interações é fundamental para recriar um perfil de um consumidor e planejar estratégias para conquistá-lo.

De posse desses dados, as marcas podem iniciar uma comunicação mais expressiva e direta com seus clientes a respeito do processo feito até então.

6. Digital Influencers (Influenciadores Digitais)

Segundo um estudo feito pela SocialChorus, campanhas com influenciadores podem ter um engajamento até 16 vezes maior do que a publicidade em outros meios de comunicação.

Outra pesquisa feita pela Nielsen,  mostrou que 90% dos consumidores confiam na recomendação de outras pessoas na hora de comprar um produto, enquanto 33% se dizem influenciados por anúncios. 

A figura do Digital Influencer sempre existiu, mas só conquistou o status que tem hoje a partir do momento em que as empresas começaram a usar as redes sociais como canais estratégicos de divulgação de seus produtos. Cada vez é mais comum ver youtubers  no lugar de artistas famosos, pois o influenciador é alguém muito próximo do seu público e já as celebridades estão distantes de seus fâs.

Dica: Fazer contato com Influenciadores Digitais é interessante pois eles são muito bons em fazer com que seus seguidores absorvam suas histórias e isso ajudará as empresas a desenvolver conteúdo com mais profundidade e com menos investimento.

7. Lives

As transmissões de vídeo ao vivo são ótimas estratégias para quem quer gerar mais engajamento em sua página.

Isso é fundamental principalmente no Facebook, porque o EdgeRank que é quem escolhe o que vai para o feed de notícias das pessoas prioriza conteúdos com mais engajamento. O que vai brilhar é a capacidade de conectar com uma audiência através de uma comunicação honesta e clara, e com isso receber mais comentários, curtidas e compartilhamentos.

Usar dessa tecnologia como estratégia de isca digital pode ser uma forma muito eficiente de conquistar muitos leads em poucos minutos e agregar bastante nas estratégias de marketing das empresas, encaminhando promoções de forma segmentada.

Assim, você poderá atrair mais pessoas e fazer com que o público que você acompanha esteja sempre acompanhando a sua empresa.

8. Propaganda Que NÃO Parece Propaganda

A Publicidade Nativa é um anúncio identificado, mas não um anúncio chato que pisca na tela. Ela faz sentido dentro do contexto no qual está inserida, diferente de banners com anúncios que não tem nada a ver com o conteúdo em questão.

Ocorre quando uma marca possui um conteúdo normalmente editorial em uma plataforma, e que alguma coisa está sendo usada para vender produtos e serviços. Os consumidores não percebem imediatamente que se trata de um anúncio.

A ideia é que a publicidade nativa mostre a experiência e observação, e é isso que atrai os clientes.

Como o público navega pelo conteúdo, a marca se antecipa como uma solução de problemas. O cliente tem que estar navegando naquele canal pra achar o anúncio, diferente do Marketing de Conteúdo que ele só precisa do Google.

Se as empresas seguirem alguns passos como identificar corretamente seu conteúdo, atribuindo tags apropriadas para cada tipo de conteúdo, inspirar-se nas redes sociais para determinar o tipo de tema e título a serem utilizados, e usar o texto para delicadamente direcionar o leitor até a próxima etapa, com certeza estarão dando um grande passo para ganhar a atenção dos seus clientes.

Deixe seu comentário ou pergunta!

Comentários

    Sobre a TPro

    Somos uma agência especialista em marketing para supermercados. Ajudamos a pequenos e médios supermercadistas a executarem estratégias práticas e assertivas que melhoram a experiência do consumidor, aproveitando as oportunidades de campanhas para aumentar as vendas e a fidelização do cliente.

    Posts Recentes

    Diagnóstico Grátis

    Suporte 24 horas

    Faça Parte do Grupo De Supermercadistas Que Estão Revolucionando O Mercado

    Registro GRATUITO. Entraremos em contato com maiores informações.

    (está sendo) Feito com ❤ © TPro, 2019